Caixa de contato

15 3229 0202

contato@apice.med.br

apicemed

Pseudoartrose: problemas circulatórios podem dificultar cicatrização de fraturas ósseas

Outras Especialidades    17/09/2018


Imagem Artigo
Quando, por algum motivo, ocorre uma fratura óssea, o esperado é que, após alguns meses de tratamento, com cirurgia para colocação de pinos ou, então, imobilização por gesso, os ossos estejam novamente unidos, cicatrizados e em perfeito funcionamento. No entanto, em alguns casos, ocorre uma situação atípica, chamada pseudoartrose.

O quadro caracteriza-se pela não junção dos ossos fraturados. “Ao invés de as duas extremidades da fratura se unirem para deixar o osso íntegro novamente, ocorre uma cicatrização individual de cada fragmento, fazendo com que as partes fiquem desunidas”, explica Dr. Fernando Xavier, médico ortopedista especialista em trauma e reconstrução óssea da clínica Ápice Medicina Integrada, de Sorocaba (SP). 

Umas das principais causas da pseudoartrose é a má circulação. “A circulação sanguínea deficiente (normalmente motivada por fatores, como tabagismo, diabetes e doenças vasculares) dificulta a chegada dos nutrientes e células responsáveis pela regeneração da área fraturada, o que provoca uma cicatrização defeituosa”, afirma Dr. Fernando.

Os sintomas da pseudoartrose surgem durante a recuperação das fraturas e podem incluir dor local, edema, perda de força e dificuldades de locomoção. Ao observar estes sinais, o médico vai em busca do diagnóstico, que inclui a análise clínica do paciente e exames de imagem, como a radiografia. “Com a constatação em mãos, é iniciado o tratamento, que pode incluir, desde cirurgias para enxertar tecido ósseo na região acometida até a fixação dos ossos com placas e parafusos cirúrgicos para melhorar a rigidez da região”, explica o ortopedista.

A necessidade cirúrgica precisa ser avaliada com cautela, visto que a baixa circulação, que causa o problema, também pode atrapalhar a cicatrização pós-operatória. As cirurgias em acometidos por pseudoartrose são delicadas, por isto, o médico precisa, primeiramente, buscar alternativas, como a fisioterapia, que também é fundamental na fase de recuperação, tanto da fratura, quanto da pseudoartrose”, avalia.

Como um dos principais causadores da pseudoartrose é a má circulação, atitudes que evitam o problema ajudam na prevenção. “Controlar doenças crônicas, como o diabetes e a hipertensão, além de praticar atividades físicas, manter o peso correto e consultar o médico regularmente são excelentes formar de permanecer saudável e prevenir o aparecimento de doenças, como a pseudoartrose”, conclui o especialista.


A Ápice Medicina Integrada fica localizada na Rua Eulália Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba (SP). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202, pelo site: apice.med.br ou pelo Facebook: facebook.com/apicemedicinasorocaba.