Caixa de contato

15 3229 0202

contato@apice.med.br

apicemed

Ápice Medicina Integrada realiza mutirão de exames gratuitos para o diagnóstico precoce da osteoporose

Outras Especialidades 14/08/2018


Imagem notícia
A clínica Ápice Medicina Integrada promove, entre os próximos dias 6 e 9/8, um mutirão de exames gratuitos para o diagnóstico precoce da osteoporose, além de conscientizar o público sobre a importância do combate à doença, que afeta cerca de 10 milhões de brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde.
Considerada uma epidemia silenciosa, a Fundação Internacional de Osteoporose (IOF) projeta que o número de brasileiros com a doença deve aumentar em 32% até 2050, devido ao crescimento da população idosa no país, que triplicará nas próximas duas décadas, chegando a 90 milhões até 2035, de acordo com o IBGE.
Esses dados reforçam a importância do Mutirão de Diagnóstico Precoce da Ápice Medicina Integrada, que colocará à disposição da população com 50 anos de idade ou mais exames gratuitos para detectar possíveis sinais da doença. O teste é realizado por meio de um equipamento portátil, que, em apenas alguns segundos, gera um extrato, semelhante a uma nota fiscal, com números que indicam a densidade óssea do paciente. Com base no relatório, é possível saber se a pessoa tem chances de desenvolver osteoporose. Caso o resultado seja positivo, o paciente deverá procurar um médico reumatologista ou ortopedista, que solicitará análises complementares, como o exame de densitometria óssea, que irão reforçar, ou descartar, o diagnóstico e, se necessário, indicar tratamento.
Para participar do mutirão, é preciso seguir as regras de participação:
  1. A distribuição antecipada de senhas para os exames gratuitos acontece de 30/07 a 03/08, na recepção da clínica de Ortopedia da Ápice, localizada no segundo andar;
  2. Podem participar pessoas com 50 anos de idade ou mais;
  3. Permitida a retirada de somente uma senha por RG;
  4. Obrigatória a apresentação do RG para retirada de senha;
  5. Limite de 150 exames realizados por dia;
  6. Atendimento por ordem de chegada;
  7. Não serão atendidos pacientes sem senha no dia do exame.
A senha emitida contém o dia e o período (manhã ou tarde) em que o exame será realizado. Os testes acontecerão entre os dias 06/08 e 09/08, no saguão de entrada da Ápice, no piso térreo.
Confira a programação do mutirão:
Segunda-feira (06/08): 12h às 18h
Terça-feira (07/08): 8h às 12h e 13 às 18h
Quarta-feira (08/08): 8h às 12h e 13 às 18h
Quinta-feira (09/08): 8h às 12h
 
Entenda o que é osteoporose e como combatê-la
A médica reumatologista da Ápice Medicina Integrada, Dra. Melissa Nobrega, explica que existem três principais tipos de  osteoporose. “A forma mais comum da doença é a ‘pós-menopausa’ que corresponde a mais de 70% dos casos. O segundo tipo, chamado ‘senil’, é menos frequente, atingindo pessoas acima de 70 anos” e o terceiro tipo chamado de osteoporose secundária que atinge pessoas com doença renal, hepática, endócrina, hematológica ou que usam alguns medicamentos, por exemplo, corticoide, esclarece.
Um dos fatores que influenciam e favorecem o desenvolvimento da osteoporose é a dieta pobre em cálcio. A Fundação Internacional de Osteoporose (IOF) recomenda a ingestão de 1200 mg de cálcio por dia para adultos acima de 50 anos, preferencialmente pela dieta através do consumo de leite e derivados.  “O brasileiro consome pouco mais da metade do preconizado, o que é preocupante, pois o cálcio é um nutriente essencial para o desenvolvimento da massa óssea e a falta dele pode favorecer o surgimento da osteoporose”, pontua a especialista.
O diagnóstico precoce da osteoporose é importante para evitar fraturas e outras complicações decorrentes do agravamento do quadro. “Como não apresenta sintomas, é comum descobrir a osteoporose após uma fratura, causada por queda ou trauma, o que pode ser grave em idosos, devido à recuperação lenta motivada pelo envelhecimento natural do organismo”, afirma a reumatologista.
Caso a doença já esteja instalada, é necessário iniciar tratamento farmacológico e não farmacológico, além da correção dos fatores de risco. “Existem diversos medicamentos que interferem tanto na formação, quanto na reabsorção do osso. As medicações apresentam resultados positivos, mas precisam, sempre, ser recomendadas por um médico especialista”, pontua a médica.
A prevenção da osteoporose engloba uma série de medidas. “Praticar exercício físico regularmente, ter uma dieta rica em cálcio, evitar quedas, parar de fumar, evitar excesso de álcool e café, são passos fundamentais para manter os ossos sadios”, aconselha Dra. Melissa.
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202, pelo site: apice.med.br, pelo Facebook: facebook.com/apicemedicinasorocaba ou pelo Instagram: @apicemedicinaintegrada.