Caixa de contato

15 3229 0202

contato@apice.med.br

apicemed

Médico de Sorocaba alcança certificação internacional para tratar dores crônicas e agudas

Outras Especialidades 16/04/2020


Imagem notícia

As dores, independentemente de quais sejam, são sempre muito desconcertantes. Se as passageiras já incomodam muito, imagina, então, quem convive com esses incômodos constantemente...

Muitos ainda desconhecem, mas existe uma área da medicina voltada especificamente para tratar os pacientes que sofrem desse mal, a qual vem sendo cada vez mais reconhecida no mundo todo: a clínica de dor. Dr. Bernardo da Silveira, médico especialista em dor crônica da Ápice Medicina Integrada de Sorocaba (SP), é um dos poucos profissionais, no país e no mundo, que possui título internacional para a realização de procedimentos para o tratamento das dores crônicas e agudas.

Durante o último ano, o especialista cursou o Fellow Interventional Pain Practice (FIPP), um dos únicos programas de aprimoramento na área, organizado pelo World Institute Of Pain (WIP), uma entidade fundada em 1993 e que tem como objetivo educar e treinar médicos e outros profissionais desse segmento. “É um título concedido pelo WIP de forma muito criteriosa. São apenas 63 médicos habilitados no Brasil e 1.300 no mundo todo. Sinto muito orgulho em fazer parte desse seleto grupo de profissionais e poder oferecer o que existe de melhor para os pacientes na área de clínica de dor”, afirma.

Dr. Bernardo explica o que essa certificação agrega muito no atendimento aos pacientes que sofrem com dores incapacitantes, como: cervicalgia, lombalgia, fibromialgia, enxaqueca, dores da espasticidade (enrijecimento muscular), etc. “O intuito da certificação é normatizar os procedimentos relacionados ao tratamento da dor, tanto crônica, quanto aguda. Com o título, o profissional torna-se habilitado para realizar procedimentos e intervenções na área de dor, podendo ajudar nas mais diversas situações de reabilitação e melhorando, significantemente, a qualidade de vida dos pacientes”, enfatiza. “O FIPP habilita para tratar pacientes oncológicos, paraplégicos, dores pós-cirúrgicas, dentre inúmeras outras complicações”, enumera o médico.

No Brasil, não existe certificação desse gênero, por isto, foi preciso ao especialista da Ápice Medicina Integrada buscar esse conhecimento no exterior. Após o período de formação, os profissionais passam por uma avaliação no Miami Anatomical Research Center (MARC), um centro de treinamento de excelência internacional na área, localizado em Miami, na Flórida (EUA). 

A área de clínica de dor vem ganhando relevância no Brasil e no mundo, depois que a Joint Commission International (JCI) começou a realizar um amplo trabalho para disseminar informação e conhecimento acerca do assunto. A JCI é uma organização que busca melhorar a segurança do paciente e a qualidade dos cuidados de saúde na comunidade internacional, oferecendo educação, publicações, serviços de consultoria e credenciamento e certificação internacional em mais de 100 países. “Essa parte de especialização em clínica de dor cresceu muito, no país e no exterior, desde que a JCI começou a criar protocolos de certificação ao redor do mundo. Isto fez com que a área ganhasse muita atenção e, consequentemente, as pessoas soubessem da existência desse segmento”, elucida Dr. Bernardo.

O médico ainda comenta que é fundamental conscientizar a população para que mais pessoas que sofrem constantemente com dores possam ser tratadas. “Sabemos que é uma área com grande potencial de crescimento no país. Assim, é importante que os pacientes se informem e busquem ajuda médica especializada. Não é preciso conviver com a dor! É possível ter qualidade de vida, livre das dores. É exatamente para isso que estudamos e nos aperfeiçoamos, em busca dos mais avançados tratamentos disponíveis”.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202 ou pelo site: www.apice.med.br.