Caixa de contato

15 3229 0202

contato@apice.med.br

apicemed

Reabilitação auditiva para terceira idade antenada às tecnologias

Outras Especialidades 18/02/2018


Imagem notícia
Foi-se o tempo em que chegar à terceira idade era motivo para ficar em casa e somente cuidar dos netos. Atualmente, com a população idosa vivendo cada vez mais e com melhor qualidade de vida, é frequente encontrar pessoas acima dos 60 anos ainda ativas e trabalhando.

O envelhecimento, no entanto, chega para todos e tarefas que eram simples e automáticas na juventude, como correr, enxergar e escutar, acabam gerando dificuldades mais tarde, em razão das restrições físicas naturais da idade, criando a necessidade de superar essas limitações.

A fonoaudióloga Dra. Fernanda Marcon do Amaral Campos, que acumula 18 anos de experiência na área, percebeu a necessidade de atender a esse público cada vez mais interessado em realizar suas atividades rotineiras com qualidade. “Isso se tornou imprescindível agora que as pessoas estão vivendo mais e trabalhando por mais tempo, afinal, ninguém quer se sentir em desvantagem profissional por não ouvir direito”, comenta.

A profissional, com especialização e mestrado na área, comenta sobre as mudanças de comportamento na terceira idade que vem percebendo nos últimos anos. “Antigamente, os idosos que não ouviam bem começavam a utilizar aparelhos auditivos por volta dos 70 ou 80 anos, ainda assim, por insistência da família, pois não queriam admitir que necessitavam do auxílio. Hoje em dia, esse perfil mudou muito. As pessoas buscam tratamento para a perda auditiva bem mais cedo, por volta dos 50 ou 60 anos e vêm por conta própria, pois entendem a importância de se manter ‘vivo’, útil e capacitado para o trabalho, além de valorizarem a qualidade de vida, como não acontecia antes”, descreve.

Um exemplo é o Sr. José Sanches, de 82 anos, que faz questão de estar com a audição em dia para produzir. “Eu trabalhei no comércio por 52 anos, até 2004. Desde então, fechei minha empresa e passei a atuar ao lado do meu filho, na parte administrativa do escritório de engenharia que ele possui. Há cerca de seis anos, percebi que minha audição não estava muito boa, desde então, utilizo aparelhos auditivos”, conta.

O administrador fala que, sem os aparelhos, não seria possível manter a rotina de trabalho. “Eu costumo dizer que não sou ninguém sem meus aparelhos auditivos. Não ouço nada sem eles, por isto dou muita importância à correta manutenção e também procuro substituir as próteses a cada três anos, para sempre ter um modelo atual”, afirma.

Familiarizado com as tecnologias, Sanches aproveita, inclusive, a conectividade dos modelos de aparelhos auditivos mais avançados. “Eu utilizo aplicativo de mensagens e internet. Além disso, meus aparelhos conectam-se ao smartphone, o que facilita na hora de atender uma ligação, por exemplo”.

Pensando em atender a esse público cada vez mais antenado e consciente de suas possibilidades e longevidade, a fonoaudióloga Dra. Fernanda projetou um espaço moderno e totalmente adaptado à nova realidade dessas pessoas. É a clínica Ouça a Vida, localizada na galeria da clínica Ápice Medicina Integrada, que fica no Jardim Faculdade. “Projetamos nossa clínica pensando em atender esse público cada vez mais esclarecido, antenado e ativo. Nosso espaço foi desenvolvido por um arquiteto especialista em clínicas de audição. Os ambientes são pensados para receber essas pessoas com conforto, privacidade e excelência”, complementa.

Uma das inovações da clínica Ouça a Vida é a sala acústica. O consultório onde atende a fonoaudióloga possui isolamento de som, o que permite a realização do exame de audiometria (teste de audição), sem a necessidade do incômodo de estar confinado em uma cabine. “Com a sala acústica, podemos fazer um exame mais confortável e próximo ao paciente, o que representa um ganho, principalmente, no caso dos mais idosos”, destaca a especialista.

A clínica é representante exclusiva em Sorocaba dos aparelhos auditivos Unitron, fabricante canadense com mais de 70 anos de expertise no mercado e ampla gama de aparelhos da mais alta tecnologia.

A inauguração do novo espaço será no dia 22 de fevereiro, em coquetel aberto a profissionais da saúde, convidados e imprensa. Na ocasião, também serão apresentadas novidades e lançamentos em aparelhos auditivos.

 

Clínica Ouça a Vida

 

Consultório possui tratamento acústico para a realização de exames de audiometria, sem a necessidade de cabine

 
Dra. Fernanda Marcon do Amaral Campos, fonoaudióloga da Ouça a Vida, que fica na galeria da Ápice Medicina Integrada



A clínica Ouça a Vida fica na galeria da Ápice Medicina Integrada, localizada na Rua Eulália Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba. Mais informações podem ser obtidas em: www.oucaavida.com.br, pelo telefone: (15) 3211-0583 ou WhatsApp: (15) 99800-7006.